Auto da Compadecida no FRINGE 2018

O maior dos clássicos do escritor brasileiro Ariano Suassuna foi encenado em 1956 no Recife. Trata-se de um drama nordestino carregado de cultura popular, de elementos da literatura de cordel, de muita comédia e de traços do barroco católico brasileiro. O Auto da Compadecida projetou Suassuna em todo o país e foi considerada por Sábato Magaldi, em 1962, como “o texto mais popular do moderno teatro brasileiro”.Esse ano, o Festival de Teatro de Curitiba apresenta três remontagens da peça em diferentes versões, sendo que uma delas será encenada aqui no Espaço de Arte a partir de amanhã. Foram quatro sessões durante o Festival, nos dias 29 e 30 de março e 5 e 6 de abril de 2018, sempre as 19hs.

A remontagem teve direção de Marrara Mara e conta com um elenco super especial de crianças e adultos para contar a história dos malandros João Grilo e Chicó, que recorrem à Nossa Senhora para se livrar dos pecados cometidos em vida.
b149bdd9-12ed-4d85-acf9-6d1bca0ed2b4 WhatsApp Image 2018-10-16 at 12.52.51 (1) WhatsApp Image 2018-10-16 at 12.52.51 (2) WhatsApp Image 2018-10-16 at 12.52.51 (3) WhatsApp Image 2018-10-16 at 12.52.51 (4) WhatsApp Image 2018-10-16 at 12.52.51 (5) WhatsApp Image 2018-10-16 at 12.52.51 (6) WhatsApp Image 2018-10-16 at 12.52.51 (7) WhatsApp Image 2018-10-16 at 12.52.51 (8) WhatsApp Image 2018-10-16 at 12.52.51 (9) WhatsApp Image 2018-10-16 at 12.52.51 (10) WhatsApp Image 2018-10-16 at 12.52.51 (11) WhatsApp Image 2018-10-16 at 12.52.51 (12) WhatsApp Image 2018-10-16 at 12.52.51 (13) WhatsApp Image 2018-10-16 at 12.52.51 (14) WhatsApp Image 2018-10-16 at 12.52.51 (15) WhatsApp Image 2018-10-16 at 12.52.51 (16) WhatsApp Image 2018-10-16 at 12.52.51 (17) WhatsApp Image 2018-10-16 at 12.52.51 (18) WhatsApp Image 2018-10-16 at 12.52.51