Primeira Mostra de Artes do Grupo Ta Da Ça “Há Mar”

Acontece na próxima quarta-feira, dia 06/05, no Espaço de Arte,
a abertura da Mostra de Artes “Há Mar”, com trabalhos do Grupo Ta Da Ça,
formado pelos fotógrafos, Edison Luis Gonçalvez, Claudia B Guimarães, Lucia Biscaia e Kristiane Foltran.
Segue abaixo informações e o release da Exposição.

Serviço:
Mostra de Artes Há mar
Período: de 06 de maio a 03 de junho de 2015
Abertura: 06/05 (quarta-feira), às 19h
Local: Espaço de Arte – R. Alberto Folloni, 1534 | Curitiba PR | (41) 3015-6320
Visitação de segunda a sexta-feira, das 10h às 21h30
Entrada Franca

Espaço de Arte apresenta a primeira Mostra de Artes do Grupo Ta Da Ça: “Há Mar”.

O Espaço de Arte abrirá na quarta-feira (06 de maio), às 19h, “Há Mar” a primeira Mostra de Artes, com trabalhos do Grupo Ta Da Ça, formado por quatro fotógrafos que estão estudando e discutindo questões artísticas há dois anos, Edison Luis Gonçalvez, Claudia B Guimarães, Lucia Biscaia e Kristiane Foltran. O nome Ta Da Ça vem do que acreditamos como verdade em uma das nossas pesquisas: Isso é Isso – baseado em estudos de Roland Barthes, revela Biscaia.

Organizadora da mostra, Kristiane Foltran recorda a proposta inicial de uma exposição multiartística. Para realizar a Mostra de Artes do Grupo Ta Da Ça busquei artistas que já dialogavam com a temática e provoquei os convidados: o tema gerador das obras é o mar. “Tudo aquilo que o mar representa para cada um: os questionamentos particulares, as relações universais, o trabalhador do mar, o movimento infinito das marés, o som…”

Os convidados do grupo são: Alexandre Linhares, Carlos Simas, Christiane Hoffrichter, Célio Roberto Jamaica, Deborah Koliski Vons, Marcel Fernandes e Nilo Biazzetto Neto.

Nesta mostra, o mar é o território que pretende levar o observador a estados sublimes de contemplação, mergulho e reflexão. A exposição trará fotografias em diversos suportes, instalações, moda, música nórdica e poesia; algumas obras estarão à venda com valores acessíveis para possibilitar o colecionismo. Os fragmentos do universo de cada artista formam um novo mar, afirma Foltran.

A exposição fica no Espaço de Arte até o dia 03 de junho e terá uma visita guiada e bate-papo para o encerramento da mostra. Nos próximos meses existe, a intenção de levar a mostra Há Mar para o litoral do Paraná.

Sobre os artistas:

Alexandre Linhares é designer e artista visual; criador da “Heroína – Alexandre Linhares” na qual produz peças de arte vestíveis desde 2007 e se propõe a levantar questionamentos sociais no ato de trajar essa peça de roupa, construindo um pensamento verdadeiro e individual.

Carlos Simas, considerado um dos principais pesquisadores de música nórdica no Brasil, utiliza em seus shows instrumentos que dialogam com a música celta e world music, como o violão folk, harpa, lyra anglo-saxônica, kantele, mountain dulcimer, nickelharpa e flautas. O musicólogo e multi-instrumentista participou da fundação e formação de diversos grupos, como Wahari, Alma Celta, Keltoi, Lunan e Gaiteiros de Lume. Também é fundador e integrante da banda Clan Mac Norse e do grupo de folclore português Alma Lusa.

Célio Roberto Pereira de Oliveira, conhecido com Jamaica, nasceu e vive na cidade de Curitiba. Militante do movimento Hip-Hop e dos direitos humanos, gravou o CD Receita de Sobrevivência com o grupo Consciência Suburbana. Formado em Letras Português-Espanhol. Entre outras atividades, é o criador do sarau poético PERIFEIRANDO, que visa divulgar a literatura Hiphopiana. Publicou diversos contos e poesias marginais em coletâneas nacionais.

Cláudia B.Guimarães estudou fotografia no Art Institute of Houston e na Escola Panamericana de Artes, em São Paulo, e Artes Visuais no Centro Europeu de Curitiba. Hoje considera-se uma fotógrafa de rua e está trabalhando em projetos autorais.

Christiane Hoffrichter graduou-se na FAAP – Fundação Armando Álvares Penteado em Artes Plásticas/Comunicação Visual. Em 1990, mudou-se para Curitiba e cursou fotografia na Escola Portfolio. Fotografa principalmente natureza e cidades.

Deborah Koliski Vons é graduada em Direito e pós-graduanda no programa de Antropologia Cultural da PUC-PR. Seu foco de trabalho na fotografia é a natureza e o corpo humano.

Edison Luis Gonçalvez é graduado em Ciências Contábeis. Fotografa o cotidiano e a natureza.

Kristiane Foltran é designer e desenvolve trabalho autoral, buscando a associação entre a poesia visual, a imaginação e a fotografia.

Lúcia Biscaia é advogada formada na UFPR e Administradora pela Fesp. Desenvolve trabalho autoral, com foco na fotografia de rua e viagens, além de atuar na fotografia de peças teatrais e produções cinematográficas.

Marcel Fernandes é artista visual e especialista em Organizações Públicas pela UFPR. É integrante do grupo Vão dos Olhos, que se reúne para conversar sobre a arte da imagem narrativa, fomentando a percepção de sua construção e seus desdobramentos, e principalmente despertando a produção de obras que interajam com a arte contemporânea. Atualmente, dedica-se a pesquisar a relação do homem com o meio ambiente.

Nilo Biazzetto Neto, nascido em Curitiba, começou a fotografar durante a faculdade de Publicidade e Propaganda na PUC-PR em 1994. Em 1998, fundou a Portfolio Escola de Fotografia. Profissionalmente, atua no mercado publicitário desde o início da carreira e hoje, de maneira mais intensa, com a fotografia de gastronomia. Desde 2008, vem se dedicando aos projetos autorais, com diversas exposições individuais e coletivas no Brasil, Uruguai, Argentina, Equador, Colômbia e Portugal. Em 2009, inaugurou a Galeria Portfolio, onde também atua como curador do espaço, já tendo realizado diversas exposições de grandes fotógrafos brasileiros. Em 2015, quando completa 21 anos de fotografia, lançará seu primeiro livro dedicado ao intenso trabalho de Fotografia de Rua.